segunda-feira, 18 de julho de 2011

E esta brisa de felicidade faz tão bem à minha pele, faz também com que circule o ar dentro do meu coração e limpe todos os restos teus. Sem dor. Sem ressentimentos. Viva à felicidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário